Alimentação

Alimentação: Prebióticos e probióticos. Quem são eles?

São grupos de alimentos que funções distintas e funções importantes para o nosso organismo. Vamos conhecê-los melhor.Prebióticos são alguns tipos de fibras alimentares, ou seja, carboidratos não digeríveis pelo nosso corpo. Isto é, possuem uma configuração molecular que os torna resistentes à ação de enzimas.

Probióticos
Probióticos

Trabalham para ajudar na manutenção da flora intestinal e estimulam a motilidade intestinal (trânsito intestinal), contribuem com a consistência normal das fezes, prevenindo assim a diarréia e a constipação intestinal por alterarem a microflora colônica por uma microflora saudável, colabora para que somente seja absorvido pelo intestino as substâncias necessárias eliminando assim o excesso de glicose (açúcar) e colesterol, favorecendo, então a diminuição do colesterol e triglicérides totais no sangue e estimulam o crescimento das bifidobactérias. Essas bactérias suprimem a atividade de outras bactérias que são putrefativas, que podem formar substâncias tóxicas.

Podem ser encontrados em alimentos como cebola, alho, tomate, banana, cevada, aveia, trigo, mel, cerveja, aspargos, chicória e alcachofra. Probióticos são “organismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem benefício à saúde do hospedeiro” , em outras palavras, aquele lactobacilo que todos nós encontramos no supermercado é uma bactéria amiga e age junto ao nosso organismo fazendo-o funcionar melhor.

De forma geral ajuda no equilíbrio bacteriano intestinal inibindo a ação de agentes indesejáveis, melhorando a imunidade, facilitando a digestão de lactose, controlando o colesterol e a incidencia de diarréias e contribui para a redução do risco de câncer.

Probióticos

Os probióticos podem ser componentes de alimentos industrializados presentes no mercado, como leites fermentados, iogurte, ou podem ser encontrados na forma de pó ou cápsulas e podem ser consumidos diariamente.

Apesar de não ter contra-indicação para consumo excessivo, devemos sempre ter em mente que o uso racional e moderado é sempre a melhor escolha e cada organismo funciona a sua maneira, portanto, siga recomendações de seu médico ou nutricionista.

Prebióticos

Os prebióticos e probióticos têm função simpaticíssima na nossa saúde e o consumo destes alimentos deve ser estimulado. No entanto, é importante saber que uma vida saudável está relacionada não somente com os alimentos que são ingeridos, mas também com o estilo de vida, a hereditariedade, influência do meio ambiente e atividade física. Assim, é fundamental perceber que uma boa saúde não depende somente de alimentos funcionais e sim de vários fatores que juntos proporcionam uma vida saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *